sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Creme de leite de soja

Ultimamente está bem difícil encontrar creme e leite
de soja para vender. Mas depois que descobri que dá pra fazer com tofu, meus problemas acabaram!
Como varia o tamanho do tofu que vc pode comprar, deixei os ingredientes numa proporção simplificada. Dessa forma, se vc conprar o pacote de 400g de tofu, usará 80 ml de água e de óleo.

50g tofu
10 ml água
10 ml óleo
Amasse o tofu escorrido e bata no liquidificador até ficar bem homogêneo.
Pode ser usado em qualquer preparação doce ou salgada substituindo o creme de leite.

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Bolo Prestígio Vegano

Mais um bolinho vegano de sucesso!
O que você faz quando encontra pacote de 1kg de coco ralado no mercado em promoção por menos de um terço do preço? Compra logo dois pacotes e sai inventando receitas com coco pra todo lado!

Você não vai achar um bolo prestígio mais fácil, econômico, saudável e gostoso que esse, nem de liquidificador precisa, só de uma tigela!

Mãos a obra e saboreie!


MASSA (xícara de 200ml)
 1 garrafinha de leite de coco (ou outro leite vegetal), mais 1/3 da garrafinha de água
 3 colheres de sopa de óleo de girassol
1 xícara de açúcar mascavo
4 colheres de sopa de chocolate em pó
1 xícara de farinha de trigo
3/4 xícara de farinha de trigo integral
1 colher de chá de essência de baunilha (opcional)
1  e 1/2 colher de sopa de fermento em pó

COBERTURA
1/2 xícara de biomassa de banana verde (pode ser feito sem também)
1/2 garrafinha de leite de coco
1 xícara de açúcar
200g de coco ralado

PREPARO
Misture os ingredientes em uma tigela na ordem acima batendo levemente a mão mesmo procurando deixar a massa bem homogênea. Coloque em uma assadeira média untada com óleo. 
Asse em forno 200° até sair o palito cedo. Varia muito conforme o forno, aqui levei por volta de 20 min.
Preparo da cobertura
Leve ao fogo a biomassa com o leite de coco e o açúcar, e mexa até ficar bem homogêneo, acrescente o coco e ferva até encorpar. Fure bem o bolo ainda quente e espalhe a cobertura sobre ele. 

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Bolo vegano de coco

Em busca de bolos sem ovos, essa adaptação de uma receita que eu já tinha ficou ótima. E sem precisar usar linhaça ou outros substitutos para o ovo,  que nem sempre temos em casa.

MASSA (xícara de 200ml)
 1 garrafinha de leite de coco (ou outro leite vegetal), mais 1/3 da garrafinha de água
 3 colheres de sopa de óleo de girassol
1 xícara de açúcar demerara
1 xícara de farinha de trigo (ou farinha de arroz para sem glúten)
1 xícara de coco ralado
1 xícara de farinha de trigo integral (ou 1/2 de amido de milho para sem glúten)
1 colher de chá de essência de baunilha (opcional)
1  e 1/2 colher de sopa de fermento em pó

COBERTURA
1/2 xícara de biomassa de banana verde
1/2 garrafinha de leite de coco
1 xícara de açúcar
200g de coco ralado

PREPARO
Misture os ingredientes em uma tigela na ordem acima batendo levemente a mão mesmo procurando deixar a massa bem homogênea. Coloque em uma assadeira média untada com óleo. 
Asse em forno 200° até sair o palito cedo. Varia muito conforme o forno, aqui levei por volta de 20 min.
Preparo da cobertura
Leve ao fogo a biomassa com o leite de coco e o açúcar, e mexa até ficar bem homogêneo, acrescente o coco e ferva até encorpar. Fure bem o bolo ainda quente e espalhe a cobertura sobre ele. Fica ótimo colocar na geladeira depois para ter um bolo gelado de coco como aqueles tradicionais cortadinhos e embrulhados no papel alumínio : )

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Biomassa de banana verde



Biomassa de banana verde

lave bem 6 a 7 bananas bem verdes (prata ou nanica)
coloque as bananas na água já fervente.
Cozinhe na pressão por 20 min, panela de pressão elétrica leva mais tempo, deixei 40 min.
Ainda quente retire a casca e bata no liquidificador ou processador até ficar bem cremoso, coloque um pouco de água para ficar mais fácil de bater e com uma consistência melhor. Pode ser congelada. Segundo pesquisei, dura 5 dias na geladeira.

Pode ser congelada, mas ao descongelar, a textura muda um pouco, então antes de usar em sua receita, recomendo bate-la novamente. Descongele na geladeira ou em temperatura ambiente. Coloque numa panela e vá desmanchando com um pouco de água em fogo baixo. Quando conseguir desmanchar e ficar morna para quente, nada com o líder ou no liquidificador. Assim ela recobra a textura igual a fresca.



Biscoitinhos integrais de biomassa, aveia e chocolate

As vezes dá pra juntar tudo de bom numa receita! E essa é tão simples e rápida que dá pra fazer num instante pro lanche da escola ou da tarde pras crianças. A Alice rejeita praticamente todo biscoito industrializado, e com a APLV dela (alergia a proteina do leite) tenho que ficar muito atenta para comprar. Mas observando, notei que ela não gosta de biscoito muito duro, prefere mais macios e essa receita entrega biscoitos fáceis de morder, ideais pros pequeninos.

veja aqui a receita da biomassa:
http://fadinhanacozinha.blogspot.com.br/2016/06/biomassa-de-banana-verde.html

Você pode variar a receita trocando o chocolate por meia banana amassada, ou maça processada em pedaços pequenos. Passas também podem ser colocadas para variar ou gotas de chocolate.

Super aprovada por aqui


INGREDIENTES

1/2 xícara de biomassa
1 colher de sopa de óleo de girassol
1/2 xícara de açúcar mascavo
1 xícara de aveia em flocos
1 colher de sopa de farinha de trigo integral
2 colheres de sopa de chocolate em pó
1/2 colher de sopa de fermento em pó


PREPARO

Misture numa tigela a biomassa, o óleo e o açúcar até ficar bem homogêneo,  acrescente os demais ingredientes na ordem da receita. faça bolinhas pequenas (até 3cm) com duas colheres e coloque sobre papel para assar da Dover (incrivel, se achar, compre!) ou assadeira untada levemente com óleo.

Assam bem rápido, cerca de 7, 8 min, fique de olho, pois cada forno acaba tendo um tempo um pouco diferente. Se desejar o biscoito levemente crocante por fora, desligue o forno e deixe mais alguns minutos secando, eles ficarão levemente crocantes por fora e macios por dentro.


sexta-feira, 27 de maio de 2016

brownie de biomassa

Usar a biomassa nos doces tem além do benefício de deixá -los mais saudáveis, contribui para o controle da glicemia, tornando mais lenta a absorção do açúcar por conter amido resistente que tem efeito semelhante ao das fibras no corpo. Aproveitem, é rápido e fácil! A receita da biomassa básica pode ser vista no post de brigadeiro de biomassa.

Biomassa de banana verde

6 a 7 bananas bem verdes (prata ou nanica)

Cozinhe na pressão por 10 min, panela de pressão elétrica leva mais tempo, deixei 30 a 40min.
Ainda quente tira da casca e bate no liquidificador ou processador até ficar bem cremoso, se precisar coloque um pouquinho de água. Pode ser congelada. Mas nao testei se muda a textura, então recomendo quando for fazer a primeira vez, usar fresca, ou só refrigerada. Segundo pesquisei, dura 3 a 5 dias na geladeira.

INGREDIENTES
1 ovo
3/4 de xícara de açúcar demerara ou mascavo
Essência de baunilha
1/4 de xícara de óleo de girassol
4 colheres de sopa de chocolate em pó
1 xícara e 1/2 de biomassa de banana Verde
1/2 xícara de farinha de trigo integral
1/2 colher de sopa de fermento em pó
Opcional: gostas de chocolates, nozes picadas

PREPARO
misture com um batedor o ovo, açúcar, o óleo, a essência e o chocolate. Acrescente a biomassa e misture bem. Em seguida a farinha e o fermento. Espalhe a massa em uma forma retangular média, aproximadamente de 18x25cm untada com óleo, se desejar polvilhe com gotas e nozes e leve ao forno 200° por uns 20 min.

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Docinhos de biomassa - Brigadeiro


Os tão falados brigadeiros de biomassa!
Confesso que não botava muita fé neles, não, suspeito sempre daquelas coisas que parecem boas demais pra ser verdade : )

Mas realmente fica tão gostoso que acho que leite condensado não entra mais aqui!

A biomassa é um nome daqueles elaborados, que parece se tratar de algo complicado, mas que na verdade é super simples. Nada mais é que banana verde cozida e batida. Quando a gente vê o preço em lojas de produtos naturais, então, fica achando que é algo super difícil de fazer.

A massa é muito usada pra docinhos "fit", taí duas coisas que na minha opinião não combinam kkkk, mas ok, totalmente válido fazer uma opção mais saudável, e substituir o leite, então, melhor ainda! A banana verde é muito nutritiva e rica em amido resistente, que funciona no corpo semelhante as fibras, contribuindo para baixar o índice glicêmico. Então faz muito sentido fazer doce com ela! Vi várias receitas usando adoçante, eu como não uso, pra mim adoçantes são um veneno ainda pior que o açúcar, mas é possível para diabéticos usar sucralose na receita.

Mas para que o resultado fique o mais parecido possível, a receita se aproxima em termos de açúcar do original.

A Sarah curtiu demais esse brigadeiro, ela adora o tradicional, mas disse que gostou ainda mais desse, que bom, né!


Biomassa de banana verde

6 a 7 bananas bem verdes (prata ou nanica)

Cozinhe na pressão por 10 min, panela de pressão elétrica leva mais tempo, deixei 30 min.
Ainda quente tira da casca e bate no liquidificador ou processador até ficar bem cremoso, se precisar coloca um pouquinho de água. Pode ser congelada. Mas nao testei se muda a textura, então recomendo quando for fazer a primeira vez, usar fresca, ou só refrigerada. Segundo pesquisei, dura 3 dias na geladeira.





Brigadeiro
- Uma lata de biomassa de banana verde (aproximadamente a mesma medida que seria de leite condensado)
- 2 colheres de chocolate em pó (usei 50% cacau)
- 50 ml de leite vegetal, usei de amêndoa, pode ser de côco, arroz, etc
- 8 colheres de açúcar demerara
- 1 colher de sopa de óleo de girassol

Preparo
Levar ao fogo até engrossar, bem semelhante ao ponto de brigadeiro. A aparência na panela é igual, não dá nem pra notar a diferença. Deixe mais mole um pouco se for pra comer de colher.

Deixar esfriar bem (eu enrolei no dia seguinte) ou leva um pouco a geladeira.  Para enrolar passar um pouco de água ou óleo nas mãos.  Usar confeito sem leite para cobrir


**** Algumas observações: achei a banana nanica mais fácil de cozinha e bater. Vi vários comentários que não dá pra enrolar, pois solta água, mas descobri que isso acontece por causa do óleo de coco. Muitas receitas indicam usa-lo, não recomendo, por esse motivo. Se for fazer de colher, ok, dá pra usar.

Se congelar a biomassa, precisa bate-la novamente para homogeneizar, a textura muda quando congela, se bater antes de levar ao fogo com um pouco de água morna ou leite vegetal, fica bom.









Site Meter